Budapeste

De longe Budapeste era um destino certo para mim na Europa. Vários amigos me recomendaram, alguns inclusive moraram lá por um tempo.

Budapeste também foi um estilo de viagem diferente, pois não estaria sozinho dessa vez…

Safa', Claudio e Eu.

Esse aí é o trio que passou um bocado de tempo juntos batendo perna pelas ladeiras da cidade. Em geral também se resumia a mim e Claudio implicando com a Safa’ o tempo todo, enquanto íamos de um lugar para o outro.

Prédio que o Claudio mora.

Aí foi o meu host. Claudio mora em um apartamento nesse prédio, e é olhando para ele que você percebe alguns detalhes que lembram o quanto Budapeste é bela, exótica e “largada”. Esse centro histórico não pode ser reformado, há não ser que seja uma reconstrução especializada (ou melhor, restauração). Isso torna o procedimento muito caro, portanto a maioria dos prédios está do mesmo jeito a 50 / 60 anos.

Castelo de Buda e a Chains Bridge.

Pois bem, já caminhando na direção do Castelo de Buda deu para mais uma vez sentir o impacto da beleza da cidade. Essa vista aí é o dia-a-dia das pessoas que pegam o trem todo dia para o trabalho.

Curtindo um visual olhando para Peste.

Já atravessando a Chain Bridge você pode dar uma olhada para o outro lado. Buda e Peste eram separadas no passado e o que as uniu pela primeira vez foi essa ponte. Claro que as pessoas atravessavam o Danúbio de barco, mas essa ponte magnífica foi o primeiro símbolo de unificação entre as duas.

Parece que vai voar, né?

Já subindo ao castelo não pude deixar de notar as inúmeras estátuas cheias de vida que estão espalhadas pela cidade. Repare como realmente o movimento, a cena, a posição e tudo o mais se combina para que esse animal pareça estar alçando vôo.

Memórias da Segunda Guerra.

Caminhando por ali, após o castelo, temos uma impressão viva do que foi a Segunda Guerra. Esse prédio não foi consertado justamente para preservar os buracos de bala, e assim servir de memória aos confrontos que aqui ocorreram.

Patrimônio da Humanidade.

Pausa para olhar a paisagem. xD

Lá no fundo está o Parlamento Húngaro (aquela construção branca enorme). Essa vista é Patrimônio da Humanidade. Justíssimo, não é? ˆˆ

Heroes Square.

Budapeste, capital da Hungria, tem inúmeras homenagens às sete tribos que formaram o país e também aos seus heróis. Essa é a Praça dos Heróis e essas estátuas são colossais e imponentes, transmitindo perfeitamente a sensação de estar encarando um herói do passado.

O Danúbio e a Cidadela ao topo.

Já no outro dia, explorando um pouco mais dessa margem do Danúbio, tive essa visão da cidadela. Fomos lá em cima à noite para ver as luzes da cidade. A estátua que se percebe daqui é um monumento em homenagem à Liberdade.

Mais uma das estátuas impressionantes de Budapeste.

Parece um menino, certo? Mas em teoria é uma princesa. O escultor só tinha seu filho de base para faze-la e por isso ela parece com um garoto. Enfim, eu achei muito irada e tive que registrar uma foto com ela.

O Castelo de Buda.

E para finalizar voltamos ao Castelo de Buda. Fico imaginando se mesmo quem mora em Budapeste não se deixa vislumbrar por toda essa beleza no seu dia-a-dia. Para mim foi impressionante a cada esquina, fazendo com que eu me emocionasse a cada vista linda como essa.

Budapeste também é um marco pois está no meio das viagens. Daqui para frente temos Berlin, Barcelona e Roma. Já foram Munique, Heidelberg e Hamburgo. Foi também meu primeiro destino fora da Alemanha. Não sei se por isso, ou pelos amigos, ou o que quer que seja, essa viagem foi realmente muito especial.

Até a próxima!

Sobre Tiago

Changemaker, facilitator, thinker.
Esse post foi publicado em Cidades, Intercâmbio, Viagens e marcado , . Guardar link permanente.

4 respostas para Budapeste

  1. Mariana disse:

    acho estátuas maneiras😄

    sua foto na ponte ficou LIIINDA *_*
    e a vista da foto ‘patrimônio da humanidade’ é de tirar o fôlego. ;o

    beijos!

    PS: fiquei bolada com o prédio cheio de balas da II guerra ;~

  2. Joó Andrea disse:

    Titi,

    muito legal ler o teu post sobre a viajem para Budapeste!! que pena que nao pudesse te encontrar..mas fiquei muito feliz que tu gostou daqui e foi muito especial!!! ume beijo para ti e sucesso no futuro na empresa.. volte logo!!

    Andi da Hungria :))

    PS. todas as fotos sao muito lindos no teu blog…vou ler tudo direitinho!!!

  3. Gisele disse:

    Olá, sabem informar se é permitido e seguro pernoitar ou ficar no aeroporto de Budapeste aguardando o vôo que só sai na manhã seguinte? Aguardo e agradeço
    Gisele

    • tiagodadalto disse:

      Ei Gisele,

      Eu não tenho essa informação. O aeroporto de Budapeste me pareceu tranquilo para isso, mas vale você procurar se há transporte público no horário do seu vôo.

      Boa viagem!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s